Recomendações de viagem para pacientes oncológicos

Share on Facebook

Os meses de dezembro e janeiro são tradicionalmente conhecidos como época de férias para muitas pessoas. Neste período do ano, crescem as dúvidas em relação à permissão de viagens para pacientes oncológicos, se há alguma contra indicação, se há algum cuidado especial, entre muitas outras. A resposta é bem simples: o paciente que está em tratamento pode viajar, desde que o médico o libere e avalie as condições de saúde de cada paciente. “De maneira geral, se o paciente se sente bem, se está em bom estado de saúde, nós sempre incentivamos, até porque sabemos que os momentos de lazer, junto com a família e amigos são muito importantes e colaboram para o estado emocional do paciente” – ressalta o oncologista Wagner Brant, do CQAI. No entanto, há recomendações importantes que devem ser seguidas pelos pacientes para que eles tenham uma boa viagem:

1. Converse sempre com o seu médico antes de decidir realizar uma viagem. Ele deve fazer uma análise geral do seu estado de saúde e direcionar os cuidados necessários para cada caso.
2. Procure ir para locais que tenham uma boa infraestrutura para atendimento médico, caso seja necessário.
3. Tenha sempre com você os exames mais recentes e um relatório feito pelo médico sobre a sua doença.
4. Não se esqueça dos medicamentos recomendados pelo médico e também dos horários para tomá-los;
5. Caso vá para locais que fazem a exigência de alguma vacina, converse com seu médico antes de vacinar. Lembre-se: a vacinação de pacientes oncológicos deve ser sempre discutida com o médico.
6. Tenha cuidados especiais com a alimentação, evite comer alimentos de procedência desconhecida e prefira sempre os cozidos ao invés de crus.
7. Beba bastante água.
8. Em viagens longas de carro, ou de avião, procure levantar-se a cada uma hora, para ajudar a circulação e evitar o risco de trombose.
9. Proteja-se do sol. A pele de quem faz quimioterapia e radioterapia fica mais suscetível à exposição solar, favorecendo o aparecimento de manchas. Use bloqueador com proteção UVA e UVB, bonés, chapéus, óculos escuros e roupas com proteção – caso seja possível.
10. Febre é um sinal de alerta. Em casos com temperatura acima de 37,8, procure assistência médica.
11. Descanse, repouse e evite excessos. Lembre-se que o mais importante é descansar o corpo e a mente e não o contrário.

As informações contidas nesta página possuem caráter informativo e não substituem a consulta médica. Consulte sempre o seu médico para outras informações. Atualizado em 14/12/2016